Arana, do Atlético-MG, fala sobre filho autista: “Ainda mais único e especial“

HomeÚltimas Notícias

Arana, do Atlético-MG, fala sobre filho autista: “Ainda mais único e especial“

Titular do Atlético-MG, o lateral-esquerdo Guilherme Arana usou o perfil pessoal no Instagram para falar sobre Guilherme, seu filho mais velho com a esposa Gabriela, que é autista.

O camisa 13 aproveitou esta terça-feira (2), data em que é celebrado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, para mostrar a importância de se abordar cada dia mais o assunto.

“Filho, eu sonhei com você a vida inteira. Eu pedia para Deus nas orações, eu sonhei com você antes de você chegar. Mas nem imaginava o amor que ia sentir por você. Eu aprendo com você todos os dias, e desde que nós descobrimos o autismo parece que aprendo todo dia o triplo. Eu sinto um orgulho de você, que não cabe dentro de mim. Quero que o mundo inteiro saiba que o autismo só te torna ainda mais único e especial. Que no dia de hoje a gente não só poste nas redes sociais, mas como também pesquise e aprenda mais sobre o autismo para tornar o mundo deles cada dia melhor”, escreveu.

“Não queremos mudar a forma com que nossos filhos veem o mundo. Queremos mudar a forma como o mundo vê nossos filhos”, completou.

Sobre o autismo

O autismo afeta uma em cada 100 crianças em todo o mundo, informa a Organização Mundial de Saúde (OMS) nesta terça-feira. A data foi criada em 2007 pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de difundir informações sobre essa condição do neurodesenvolvimento humano e reduzir o preconceito que cerca as pessoas afetadas pelo Transtorno do Especto Autista (TEA).

O TEA é caracterizado por dificuldades na comunicação e interação social, podendo envolver outras questões como comportamentos repetitivos, interesses restritos, problemas em lidar com estímulos sensoriais excessivos (som alto, cheiro forte, multidões), dificuldade de aprendizagem e adoção de rotinas muito específicas.

“O autismo hoje é compreendido como espectro de manifestação fenotípica bastante heterogênea, ou seja, existem várias manifestações diferentes do autismo. E essas manifestações ocorrem também com sinais mais ou menos evidentes em algumas pessoas”, afirma o neuropsicólogo Mayck Hartwig.

O TEA pode se manifestar em três níveis, que são definidos pelo grau de suporte que a pessoa necessita: nível 1 (suporte leve), nível 2 (suporte moderado) e nível 3 (suporte elevado).

Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS