Boa Safra acirra disputa no mercado de sementes em MT com novo CD

HomeEconomia

Boa Safra acirra disputa no mercado de sementes em MT com novo CD

A Boa Safra (SOJA3) quer ampliar seu domínio sobre o mercado de sementes do maior Estado produtor de grãos do Brasil. A companhia iniciou a construção do seu segundo centro de distribuição em Mato Grosso, onde também já possui uma unidade de beneficiamento de sementes.

A nova unidade será instalada em Campo Novo dos Parecis, a 400 quilômetros a noroeste de Cuiabá, em uma área de 50 mil metros quadrados. Hoje, a companhia já tem um centro de distribuição em Lucas do Rio Verde – a 350 km ao norte da capital –  e uma unidade de beneficiamento em Primavera do Leste – 230 km a leste de Cuiabá.

A expectativa da companhia é que a nova unidade entre em operação até o fim de agosto de 2024, com uma capacidade para armazenar 13,3 mil bags de sementes. As câmaras frias, sozinhas, ocuparão uma área de 6 mil metros quadrados, dos 9.375 da área total construída.

“O CD cada vez mais perto do agricultor possibilita a retirada mais próximo ao plantio, assegurando o acondicionamento em local adequado e evitando a perda de qualidade”, disse em nota Glaube Caldas, diretor de operações da Boa Safra.

O movimento da Boa Safra com o novo centro de distribuição segue a estratégia de crescimento desenhada pela companhia. Em recente entrevista ao IM Business, o CEO Marino Colpo disse que pretende ser um consolidador do ainda pulverizado mercado de sementes do Brasil.

Marino Colpo, CEO da Boa Safra Sementes (Do Zero ao Topo/InfoMoney)

Líder no mercado nacional com 8,5% de participação, a meta é alcançar de 14% a 15% até 2027. Hoje, em Mato Grosso, a Boa Safra já domina cerca de 15% da venda de sementes de soja, em um Estado que planta 12 milhões de hectares. Só com o novo CD, a expectativa é atender 2 milhões de hectares.

Depois de apresentar um resultado trimestral acima das expectativas do mercado e o melhor desempenho anual de sua história, a Boa Safra já se antecipou para garantir recursos para seu projeto de expansão. A empresa anunciou a contratação para preparar uma potencial oferta de ações, capaz de levantar R$ 200 milhões.

Entre 2021 e 2023, a Boa Safra já investiu mais de R$ 500 milhões para ampliação de sua estrutura. Hoje, em operação, a companhia possui 10 unidades industriais, entre centros de distribuição e fábricas de beneficiamento de sementes.

Newsletter

IM Business Agro

Inscreva-se na newsletter e receba análises exclusivas sobre tudo que movimenta o universo do agronegócio, além de uma curadoria com o que de melhor aconteceu ao longo da semana

Fonte: Info Money

COMMENTS