“Estava morto quando entrou no banco”, diz delegado de caso do cadáver

HomeBrasil

“Estava morto quando entrou no banco”, diz delegado de caso do cadáver

Em entrevista ao Café em Brasília, da TV Metrópoles,  delegado Fábio Souza, da 34ª Delegacia Policial do Rio de Janeiro, deu detalhes sobre as investigações do caso da mulher presa em flagrante após levar o cadáver do tio a uma agência bancária, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, na última terça-feira (16/4).

Na conversa, que aconteceu nesta sexta-feira (19/4), Souza afirmou que Paulo Roberto Braga, 68 anos, chegou ao banco sem vida. “O que a gente conseguiu apurar até agora é que, de fato, ele já estava morto quando ela entrou com ele ao banco”, disse.

Confira a entrevista na íntegra:

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS