Governo estuda linhas de crédito para promover “TV 3.0”, diz ministro

HomeBrasil

Governo estuda linhas de crédito para promover “TV 3.0”, diz ministro

O ministro das Comunicações, Juscelino Filho, anunciou, nesta quarta-feira (3/4), que o governo estuda criar linhas de crédito para fomentar a “TV 3.0”, considerada uma revolução na televisão aberta brasileira.

“Não é uma simples virada de chave. É um processo que vai carecer de muito investimento do setor. Vamos estar lado a lado do setor buscando construir mecanismos, dialogando com os bancos públicos, vendo se de alguma forma nós conseguimos linhas de crédito ou alguma forma de ajudar o setor para que acelere a implementação”, detalhou em evento nesta quarta.

O chefe do Ministério das Comunicações explicou que a migração para a “TV 3.0” deve passar por um processo semelhante ao que ocorreu com a mudança do modelo analógico para o digital. Ele ainda detalhou que o novo formato abrirá oportunidades de negócios para o setor.

“A gente sabe que o setor vem sendo duramente penalisado nos últimos tempos, justamente pelo crescimento das redes sociais e das mídias digitais”, disse Juscelino.

Segundo o ministros, as oportunidades de negócio estariam na publicidade interativa, no comércio eletrônico integrado, na oportunidade de patrocínios e parcerias, além de oportunidade de oferta de conteúdo exclusivo e conteúdo “premium”.

Entenda o formato

A evolução da “TV 3.0” (ou “TV do Futuro”) está na integração da televisão aberta digital com a internet. Assim, a navegação será mais interativa, passando a ser feita apenas por aplicativos.

Com esse modelo, os canais, além de transmitirem o conteúdo ao vivo por sinal aberto, poderiam adicionar à programação conteúdos sob demanda, como séries, jogos e programas.

A pasta também anunciou que a qualidade da imagem vai melhorar em, no mínimo, quatro vezes. O padrão atual, que é a TV Digital com Full HD, passará a ser transmitido pelo ar em até 4k, ou até 8k, caso seja assistido pela internet.

O contraste também vai ser aprimorado, por meio de tecnologias de HDR (High Dynamic Range). A melhora também ocorrerá no áudio, uma vez que a tecnologia de som imersivo permitirá que o telespectador tenha a sensação de estar no ambiente que está sendo assistido.

O Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre coordena as pesquisas dos padrões tecnológicos da TV 3.0. Os trabalhos são desenvolvidos por universidades brasileiras e parceiros da indústria e do setor de radiodifusão

A tecnologia deverá ser escolhida ainda este ano e começará a ser integrada aos televisores fabricados a partir de 2025.

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS