Ibovespa Ao Vivo: Confira o que movimenta Bolsa, Dólar e Juros nesta terça

HomeEconomia

Ibovespa Ao Vivo: Confira o que movimenta Bolsa, Dólar e Juros nesta terça

Ao Vivo - Acompanhe a Bolsa em tempo real: Ibovespa estável

Ibovespa hoje

  • Ibovespa futuro sobe aos 127,6 mil pontos, dólar cai a R$ 5,02 e juros futuros avançam.
  • BC vai intervir no câmbio pela 1ª vez em mais de um ano com um leilão adicional de swap cambial equivalente a US$ 1 bilhão.
  • Day trade hoje: confira o que esperar de mini dólar e mini-índice.

Table of Contents

Confira as últimas dos mercados

update 9h05

Dólar comercial abre em queda de 0,64%, cotado a R$ 5,027 na compra e a R$ 5,028 na venda

O dólar hoje é influenciado pelo anúncio do Banco Central, que vai intervir no câmbio pela primeira vez em mais de um ano nesta terça-feira (2), com um leilão adicional de swap cambial de até 20 mil contratos, o equivalente a US$ 1 bilhão. No ano passado, o BC não colocou dinheiro novo no mercado, apenas promoveu a rolagem de linhas e do estoque de swaps cambiais.

update 9h03

Mini-índice com vencimento em abril (WINJ24) começa dia com alta de 0,22%, aos 127.760 pontos

update 9h03

Minidólar com vencimento em maio (WDOK24) começa dia com queda de 0,37%, cotado a 5.048,00

update 9h02

IBGE: Índice de preços ao produtor sobe 0,06% em fevereiro

update 9h02

Dólar futuro abre em queda de 0,57%, cotado aos 5.039,00 pontos

update 9h01

Caixa Seguridade (CXSE3): Banco eleva preço-alvo de R$ 14,50 para R$ 16,50/ação e reitera recomendação overweight

O Morgan Stanley afirma que a Caixa Seguridade (CXSE3) está bem posicionada para aproveitar os atrativos ventos favoráveis para a demanda por seguros e crédito no Brasil, dado seu acesso exclusivo aos clientes da Caixa Econômica e fortes capacidades de subscrição e execução.

update 9h00

Ibovespa futuro abre em alta de 0,21%, cotado aos 127.765 pontos

update 8h58

Alupar (ALUP11): Banco eleva preço-alvo de R$ 31 para R$ 33/ação, mas mantém recomendação equal-weight

O Morgan Stanley afirma que incorporou os resultados de 2023 da Alupar (ALUP11), novas previsões macroeconômicas, premissas para projetos greenfield em construção e os ativos de transmissão recentemente adquiridos.

update 8h56

Índice EWZ sobe 0,28% na pré-abertura dos EUA

update 8h55

Arena Trader XP: Day Trade ao vivo com Leandro Ross, Mauro Botto e Caio Scotte

update 8h47

Índice Dólar DXY cai 0,09%, aos 104,93 pontos

update 8h46

Minério de ferro interrompe queda de 5 sessões em Dalian com demanda firme antes do feriado

Os contratos futuros do minério de ferro na bolsa de Dalian subiram nesta terça-feira, após caírem por cinco sessões, com os compradores chineses aumentando as compras antes dos feriados no final da semana. O minério de ferro mais negociado para setembro na Bolsa de Mercadorias de Dalian da China DCIOcv1 fechou em alta de 3,1%, a 768 iuanes (106,15 dólares) por tonelada. O contrato chegou a subir até 4,1% no início da sessão. Os mercados chineses estarão fechados na quinta e na sexta-feira para o Dia da Limpeza de Túmulos, de modo que todas as compras serão concentradas nos três primeiros dias da semana, disse um trader. As esperanças de possíveis restrições de fornecimento pelas usinas siderúrgicas chinesas em meio a um mercado com excesso de oferta também estão impulsionando os preços do complexo ferroso, disse o trader. (Reuters)

update 8h45

Ultrapar (UGPA3): Banco rebaixa recomendação de outperform para market perform, mas eleva preço-alvo de R$ 29 para R$ 31/ação

O Itaú BBA afirma que a atualização reflete os últimos números divulgados pela Ultrapar (UGPA3). O banco ressalta estar confiante de que a Ultrapar está apenas no início de uma transformação oportuna no portfólio da holding, mas vê agora um potencial limitado de alta para o preço atual das ações.

update 8h45

Confira o InfoMorning

update 8h43

Marisa (AMAR3) adia balanço de 2023

A varejista Marisa (AMAR3) adiou novamente a divulgação dos resultados de 2023 marcada para esta segunda-feira (1º). A companhia disse que os números auditados serão entregues antes da Assembleia Geral Ordinária prevista para o dia 30 de abril de 2024.

update 8h42

Japão adverte sobre medidas contra volatilidade excessiva do iene

O ministro das Finanças do Japão, Shunichi Suzuki, disse que as autoridades estão prontas para tomar as medidas apropriadas contra a volatilidade excessiva da taxa de câmbio, repetindo seu alerta sobre o iene enquanto Tóquio tenta evitar uma queda desestabilizadora da moeda. Suzuki não chegou a ameaçar tomar “medidas decisivas” contra movimentos excessivos, linguagem que o ministro usou na semana passada quando o iene caiu para o nível mais baixo em 34 anos, sugerindo que as autoridades ainda estão aguardando enquanto observam os movimentos da moeda. “Tudo o que podemos dizer é que tomaremos as medidas adequadas contra a volatilidade excessiva, sem descartar nenhuma opção”, disse Suzuki em uma coletiva de imprensa regular nesta terça-feira, quando perguntado sobre as quedas contínuas do iene. (Reuters)

update 8h41

Cemig (CMIG4) transfere usinas

A Cemig publicou na segunda-feira (1) o edital para realização de leilão público presencial, a ser conduzido pela B3, visando à transferência onerosa do direito de exploração dos serviços de geração de energia elétrica de 4 PCH/UHEs, sendo uma da Cemig GT (CMIG4) e três de subsidiárias integrais da Cemig (CMIG4): Cemig Geração Leste, Cemig Geração Oeste e Cemig Geração Sul. A companhia elétrica informou que o valor mínimo para o lote único das usinas é de R$ 29,1 milhões, com previsão para realização do leilão em 03-07-2024, conforme cronograma do Edital.

update 8h38

Consumidores da zona do euro reduzem expectativas de inflação de curto prazo, mostra pesquisa do BCE

Os consumidores da zona do euro reduziram suas expectativas de inflação de curto prazo em fevereiro, mas as projeções mais distantes permaneceram inalteradas, segundo uma nova pesquisa realizada pelo Banco Central Europeu desta terça-feira. Os consumidores agora veem a inflação geral em 3,1% no próximo um ano, abaixo das expectativas de 3,3% do mês anterior, mostrou a Pesquisa Mensal de Expectativas do Consumidor. “Elas estão agora no nível mais baixo desde o início da guerra injustificada da Rússia contra a Ucrânia em fevereiro de 2022”, disse o BCE em um comunicado. Três anos à frente, a inflação é vista em 2,5%, mostrou o resultado mediano da pesquisa do BCE. A inflação atual diminuiu para 2,6% em fevereiro, de 2,8% em janeiro, informou anteriormente o Eurostat, e o BCE espera que a taxa continue caindo este ano antes de atingir sua meta de 2% em 2025. (Reuters)

update 8h35

Controladores da Cielo (CIEL3) aceitam novo preço para oferta sob condições

A Cielo anunciou nesta terça-feira que seus controladores aceitaram elevar o preço da oferta para fechamento de capital da maior companhia de meios de pagamento do Brasil desde que os acionistas minoritários não votem pela realização de novo laudo de avaliação da empresa. O acerto anunciado pela Cielo envolve os controladores — Banco do Brasil e Bradesco — e as gestoras de recursos Encore, Clave, XP, AZ Quest, Vinland Capital e Absolute, que somam cerca de 7% das ações da companhia. O novo preço acertado no compromisso é 5,60 reais por ação, ante um valor de fechamento na véspera de 5,42 reais. A Cielo realiza nesta terça-feira às 10h uma assembleia de acionistas para votar sobre demanda de acionistas para a realização de novo laudo de avaliação para a operação que vai tirar a única empresa de meios de pagamentos da B3. Pelo valor atualmente proposto a oferta é de 5,35 reais por ação e a demanda dos acionistas era que o preço, com base em laudo produzido pelo Bank of America, deveria ser 8,61 reais. (Reuters)

update 8h32

Enauta (ENAT3): Banco vê sentido para 3R (RRRP3) possível combinação de negócios

O Bradesco BBI, analisando o fato da 3R (RRRP3) ter recebido proposta de combinação de negócios da Enauta (ENAT3), vê supostas sinergias superiores às propostas de uma fusão da 3R com a Petroreconcavo (RECV3), além da Enauta estar menos alavancada que a Petroreconcavo, o que criaria uma empresa ainda mais forte em termos de balanço. O banco cita ainda que a combinação criaria uma empresa mais diversificada (e menos arriscada em termos de exposição de ativos), potencialmente estabelecendo uma nova unidade de negócios de armazenamento de gás no campo offshore de Manati.

update 8h31

Estoque de crédito no Brasil sobe 0,2% em fevereiro, diz BC

O estoque total de crédito no Brasil subiu 0,2% em fevereiro sobre o mês anterior, divulgou o Banco Central. No mês, a inadimplência no segmento de recursos livres ficou em 4,6% e o spread bancário no mesmo segmento foi de 29,8 pontos percentuais.

update 8h30

Focus: projeção para o câmbio fica em R$ 4,95 para este ano e sobe a R$ 5,04 para 2026

  • Dólar para 2024: R$ 4,95 (o mesmo da semana passada)
  • Dólar para 2025: R$ 5,00 (sem alterações há 12 semanas)
  • Dólar para 2026: R$ 5,04 (maior que os R$ 5,03 da semana anterior)
  • Dólar para 2027: R$ 5,07 (igual à semana passada)
update 8h29

Focus: projeção para o PIB sobe para 1,89% para este ano

  • PIB para 2024: 1,89% (maior que o 1,85% da semana passada)
  • PIB para 2025: 2,00% (o mesmo há 16 semanas)
  • PIB para 2026: 2,00% (igual há 34 boletins)
  • PIB para 2027: 2,00% (o mesmo há 36 semanas)
update 8h28

Focus: projeção para a Selic continua em 9% para 2024

  • Selic para 2024: 9% (o mesmo há 14 semanas)
  • Selic para 2025: 8,50% (sem alterações há 17 semanas)
  • Selic para 2026: 8,50% (o mesmo dos últimos 35 relatórios)
  • Selic para 2027: 8,50% (igual aos últimos boletins)
update 8h26

Focus: projeção para o IPCA continua em 3,75% para este ano

  • IPCA para 2024: 3,75% (o mesmo da semana passada)
  • IPCA para 2025: 3,51% (sem alteração)
  • IPCA para 2026: 3,50% (igual há 39 semanas)
  • IPCA para 2027: 3,50% (o mesmo há 39 semanas)
update 8h23

Minidólar (WDOK24) pode ter volatilidade com intervenção do BC no câmbio

update 8h20

Governo prepara regra sobre taxação de criptoativo e ajustes em tributação de ações e paraísos fiscais

O governo enviará ao Congresso um projeto de lei para ajustar regras tributárias de aplicações financeiras, com medidas que incluirão regulamentação da taxação de criptoativos, simplificação de exigências sobre operações com ações, redução de imposto sobre “day trade” e fechamento de brechas de paraísos fiscais, disseram à Reuters duas fontes do Executivo com conhecimento do assunto. O projeto é tratado como um dos capítulos da reforma sobre a renda, iniciada no ano passado com a aprovação de novas regras sobre a tributação de fundos fechados e offshore, e que deverá prosseguir com a apresentação à frente de outro projeto mais amplo, com discussões sobre a tabela do Imposto de Renda da pessoa física e tributação sobre empresas. Entre outros pontos, o texto sobre as aplicações financeiras, elaborado pelo Ministério da Fazenda e que passa por análise na Casa Civil, busca criar definições claras para a tributação de ativos virtuais. (Reuters)

update 8h18

Mini-índice (WINJ24) negocia abaixo das médias, com suporte nos 127.300 pontos

Confira o que esperar para o mini-índice nesta terça-feira (02).

update 8h18

Investidor estrangeiro aporta R$ 20,99 milhões na B3 em 28/03

Assim, em março o fluxo estrangeiro está negativo em R$ 5,54 bilhões. Já no ano, o saldo líquido acumulado no mercado secundário está negativo em R$ 22,89 bilhões.

update 8h14

Bitcoin afunda e gera nova liquidação em massa de US$ 450 milhões

As memecoins e as principals criptomoedas do mercado também recuam nesta manhã.

update 8h12

BC vai intervir no câmbio pela 1ª vez em mais de um ano

O Banco Central vai intervir no câmbio pela primeira vez em mais de um ano nesta terça-feira (2), com um leilão adicional de swap cambial de até 20 mil contratos, o equivalente a US$ 1 bilhão. No ano passado, o BC não colocou dinheiro novo no mercado, apenas promoveu a rolagem de linhas e do estoque de swaps cambiais.

update 8h10

Pacheco derruba reoneração de municípios

O presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), prorrogou por mais 60 dias parte da medida provisória (MP) 1202 que trata de benefícios fiscais e desoneração previdenciária. Pacheco retirou trechos que tratavam da reoneração da alíquota previdenciária para municípios com até 140 mil habitantes. O senador já havia se comprometido com prefeitos com o fim da reoneração.

update 8h07

Enauta (ENAT3) propõe fusão e 3R suspende negociação com Petroreconcavo (RECV3)

A Enauta apresentou uma proposta de fusão com a 3R Petroleum, disse a companhia na noite de segunda-feira, avaliando que a operação criará uma das principais e mais diversificadas empresas independentes de petróleo e gás na América Latina. A 3R afirmou que, após recebimento da proposta da Enauta, seu conselho de administração decidiu que os esforços internos para possível combinação de negócios com a PetroReconcavo fossem momentaneamente suspensos. A proposta da Enauta envolve a troca de ações entre as empresas de maneira a otimizar a transação, com estrutura e execução simplificadas, sem necessidade “de carve-outs, waiver fees e restruturação de garantias”, afirmou a Enauta. O plano envolve emissão de novas ações da 3R e troca por ações da Enauta, resultando em uma empresa com 53% do capital social composto por acionistas atuais da 3R e 47% por investidores da Enauta, representando prêmio aos acionistas da 3R de 12% ao valor de mercado. (Reuters)

update 8h06

Commodities: barris de petróleo sobem e minério de ferro avança 3%

Os preços do petróleo sobem nesta terça-feira, com base em dados industriais otimistas e escalada das tensões no Oriente Médio. As cotações do minério de ferro na China também fecharam no campo positivo.

  • Petróleo WTI, +1,83%, a US$ 85,24 o barril
  • Petróleo Brent, +1,67%, a US$ 88,88 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 3,09%, a 768 iuanes, o equivalente a US$ 106,14
update 8h05

Bolsas da Europa operam mistos com investidores digerindo dados da zona do euro

Os mercados europeus operam mistos, com os principais mercados voltando à ação após o fim de semana de Páscoa. Os investidores irão digerir novos dados sobre a indústria da zona euro, a inflação da Alemanha e os preços das casas no Reino Unido. O índice de gerentes de compra (PMI) do setor industrial da zona do euro do HCOB caiu para 46,1 em março, ante 46,5 em fevereiro. Já os preços das casas no Reino Unido aumentaram 1,6% em março em relação ao ano anterior, marcando o aumento mais rápido desde dezembro de 2022.

  • FTSE 100 (Reino Unido): +0,26%
  • DAX (Alemanha): -0,17%
  • CAC 40 (França): -0,04%
  • FTSE MIB (Itália): +0,14%
  • STOXX 600: +0,04%
update 8h03

Ásia fecha dia de forma mista

Os mercados da Ásia e do Pacífico fecharam sem direção única, com ganhos liderados por Hong Kong em meio ao entusiasmo com a estreia da Xiaomi no mercado de veículos elétricos. Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei teve alta marginal de 0,09% em Tóquio, a 39.838,91 pontos, e o sul-coreano Kospi subiu 0,19% em Seul, a 2.753,16 pontos, com ambos os índices sustentados por ações ligadas a chips, enquanto o Taiex registrou ganho de 1,21% em Taiwan, a 20.466,57 pontos. Por outro lado, os mercados da China continental ficaram no vermelho, interrompendo uma sequência de três pregões positivos.

  • Shanghai SE (China), -0,08%
  • Nikkei (Japão): +0,09%
  • Hang Seng Index (Hong Kong): +2,36%
  • Kospi (Coreia do Sul): +0,19%
  • ASX 200 (Austrália): -0,11%
update 8h02

Inflação desacelera em todas as sete capitais componentes do IPC-S

O IPC-S da quarta quadrissemana de março de 2024 variou 0,10% e acumula alta de 2,93% nos últimos 12 meses. Todas as sete capitais pesquisadas registraram decréscimo em suas taxas de variação.

update 8h01

Confiança Empresarial volta a subir em março

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) do FGV IBRE avançou 0,6 ponto em março, para 94,7 pontos. Após a queda de fevereiro que interrompeu uma sequência de 8 meses em alta, o índice volta a subir. Em médias móveis trimestrais, o ICE permaneceu estável.

update 8h01

EUA: índices futuros recuam ampliando perdas de ontem

Na véspera, o Dow Jones caiu quase 241 pontos, ou 0,6%, enquanto o S&P 500 caiu 0,2%. O Nasdaq Composite de alta tecnologia contrariou a tendência ao terminar 0,1% mais alto. As medidas ocorreram depois que dados do setor industrial superaram as expectativas dos economistas, lançando dúvidas sobre a urgência de um corte nas taxas por parte da Fed. Os dados futuros dos fundos do Fed sugerem agora uma probabilidade de 58% de que o banco central reduza as taxas na sua reunião de junho, de acordo com a ferramenta CME FedWatch.

  • Dow Jones Futuro: -0,35%
  • S&P 500 Futuro: -0,23%
  • Nasdaq Futuro: -0,30%
update 8h00

Abertura de mercados

Os índices futuros dos Estado Unidos operam em baixa nesta terça-feira (02), com investidores à espera da pesquisa sobre vagas de emprego e rotatividade de trabalho (Jolts) de fevereiro, que será divulgada às 11h (horário de Brasília). Além dos dados do mercado de trabalho, vários membros do Federal Reserve (Fed) estão previstos para discursar na sessão de hoje.
Na agenda doméstica, saem os dados de inflação ao produtor de fevereiro, estatísticas do mercado de crédito e o Boletim Focus semanal. Já o Banco Central vai intervir no câmbio pela primeira vez em mais de um ano, com um leilão adicional de swap cambial equivalente a US$ 1 bilhão. Enquanto isso, o presidente Lula participa de eventos no Rio de Janeiro.2,1K06:54

 

update 7h54

Principais índices em Nova York encerraram ontem de forma mista

Investidores em Wall Street colocaram na balança os dados do PCE (inflação de consumo pessoal, divulgada pelo governo norte-americano na sexta, 29), as falas mais cautelosas de Jerome Powell, presidente do Fed sobre cortes de juros, e números de uma economia consistentemente ainda forte. “Isso significa que não precisamos ter pressa para cortar”, disse o chefe do banco central a uma rádio. “A economia e o mercado de trabalho estão fortes neste momento. A inflação vem caindo. Podemos e seremos cuidadosos com esta decisão”.

Dia (%) Pontos
Dow Jones -0,60 39.566,85
S&P 500 -0,20 5.243,77
Nasdaq 0,11 16.396,83
update 7h52

DIs: juros futuros encerraram ontem com altas por toda a curva, no embalo dos avanços dos Treasuries nos EUA

Dia (%) Taxa (%) Variação (pp) Negócios 2024 (%)
DI1F25 0,05 9,925 0,005 16.013 -1,05
DI1F26 0,35 9,935 0,035 22.207 3,38
DI1F27 0,49 10,210 0,050 13.934 5,04
DI1F28 0,57 10,520 0,060 5.982 5,89
DI1F29 0,66 10,740 0,070 12.673 6,65
DI1F31 0,82 11,010 0,090 11.622 7,31
DI1F33 0,72 11,120 0,080 5.419 7,23
DI1F35 0,90 11,180 0,100 2.499 7,71
update 7h50

Dólar comercial terminou ontem com alta de 0,87%

O dólar voltou a ter uma forte alta diante do real após o avanço de 0,74% na quinta-feira (28), em movimento semelhante ao da divisa norte-americana na comparação com as principais moedas do mundo, com o DXY em alta de 0,42%. O câmbio refletiu dados sobre atividade econômica nos EUA, que mostram uma economia ainda forte, o que pode fazer o Fed adiar o início do ciclo de cortes de juros.

  • Venda: R$ 5,059
  • Compra: R$ 5,059
  • Mínima: R$ 5,009
  • Máxima: R$ 5,070
update 7h48

Maiores baixas, altas e mais negociadas de ontem

Maiores baixas

Ativo Dia (%) Valor (R$) Variação (R$) Negócios 2024 (%)
Gol GOLL4 -7,14 1,56 -0,12 4.155 -82,61
Lwsa LWSA3 -6,34 5,47 -0,37 11.470 -8,99
CVC CVCB3 -5,86 2,73 -0,17 16.687 -22,00
Raízen RAIZ4 -5,08 3,36 -0,18 25.191 -16,24
Petz PETZ3 -5,06 4,13 -0,22 12.369 4,56
GPA PCAR3 -3,72 2,85 -0,11 15.868 -29,80
Localiza RENT3 -3,71 52,65 -2,03 23.827 -17,22

Maiores altas

Ativo Dia (%) Valor (R$) Variação (R$) Negócios 2024 (%)
Hapvida HAPV3 6,49 3,94 0,24 44.033 -11,46
IRB IRBR3 2,44 38,26 0,91 11.389 -13,63
Casas Bahia BHIA3 2,36 6,94 0,16 6.180 -39,02
Minerva BEEF3 1,48 6,85 0,10 12.155 -8,30
Suzano SUZB3 1,42 64,89 0,91 21.967 16,65
SLC Agrícola SLCE3 1,11 20,00 0,22 7.195 6,27
Eztec EZTC3 1,04 16,47 0,17 4.121 -11,46

Mais negociadas

Ativo Negócios Dia (%) Valor (R$) Variação (R$) 2024 (%)
Hapvida HAPV3 44.033 6,49 3,94 0,24 -11,46
B3 B3SA3 43.665 -1,83 11,77 -0,22 -17,86
Petrobras PN PETR4 43.220 0,78 37,65 0,29 1,10
Cosan CSAN3 37.888 -2,84 15,74 -0,46 -18,70
Vale VALE3 36.397 0,64 61,22 0,39 -17,15
Magazine Luiza MGLU3 33.452 -1,11 1,78 -0,02 -17,07
Itaú Unibanco ITUB4 33.037 -3,42 33,44 -1,18 2,46
update 7h45

Ibovespa fechou ontem com queda de 0,87%, aos 126.990,45 pontos

  • Máxima: 128.658,86
  • Mínima: 126.771,80
  • Diferença para a abertura: -1.115,65 pontos
  • Volume: R$ 20,00 bilhões

Confira a evolução do IBOV durante a semana, mês e ano:

  • Segunda-feira (1º): -0,87%
  • Semana: -0,87%
  • Abril: -0,87%
  • 2T24: -0,87%
  • 2024: -5,36%

Acompanhe diariamente a cobertura sobre bolsa, dólar e juros a partir das 8 horas.

Sugestões, dúvidas e críticas entre em contato com o editor de Mercados Ao Vivo do InfoMoney: rodrigo.petry@infomoney.com.br.IM Trader: notícias, análises, vídeos, podcasts e guias no novo canal do InfoMoney sobre Mercados.

The post Ibovespa Ao Vivo: Confira o que movimenta Bolsa, Dólar e Juros nesta terça appeared first on InfoMoney.

Fonte: Info Money

COMMENTS