John Textor manda recado a Leila Pereira: “Abaixe as suas armas“; veja

HomeÚltimas Notícias

John Textor manda recado a Leila Pereira: “Abaixe as suas armas“; veja

John Textor, proprietário da SAF do Botafogo, deu um longo posicionamento sobre as denúncias que tem feito a respeito da manipulação de resultados no futebol brasileiro.

O norte-americano, que esteve na Cidade da Polícia nesta quarta-feira (3) antes de ir ao Estádio Nilton Santos, explicou por que não trouxe as provas a público e pediu que parem de atacá-lo. Veja no vídeo abaixo:

Eu fui à delegacia, comecei o processo, entreguei provas, dei meu depoimento. Eu tenho muito mais provas do que um relatório da Good Game! Falei com investigadores independentes e razoáveis que não pareceram estar torcendo por clube nenhum. É muita informação, são meses de coleta de dados. É muito o início de um processo muito saudável

John Textor, dono da SAF do Botafogo

Recados a Leila e Casares

O empresário norte-americano falou à imprensa após a derrota do Glorioso para o Junior Barranquilla, nesta quarta-feira (3), pela Libertadores.

Textor afirmou não poder responder perguntas, mas, em meio a sua declaração, reforçou que não acusou os clubes de manipular resultados, mandando um recado direto para Leila Pereira e Julio Casares, presidentes de Palmeiras e São Paulo.

Eu estou tentando ajudar, ok? Leila, abaixe as suas armas. Você não sabe das evidências que eu tenho. Julio, São Paulo. Mano, você é um amigo. Eu não consigo te falar sobre isso, porque é a natureza da evidência que eu tenho

John Textor

Relembre o caso

O Palmeiras entrou com uma ação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para que o dono da SAF do Botafogo, John Textor, seja impedido de fazer declarações sem provas contra o clube alviverde.

A decisão do Palmeiras foi tomada logo depois que o norte-americano declarou, nessa segunda-feira (1), que o Alviverde foi beneficiado em resultado nas últimas duas temporadas. Ele não apresentou provas das acusações.

O Palmeiras, após tomar conhecimento do posicionamento de John Textor, declarou que estava adotando todas as medidas jurídicas cabíveis e que não pretendia se manifestar novamente sobre a “bizarra tentativa do caricato cartola” de justificar a perda do título brasileiro de 2023.

O presidente do São Paulo, Julio Casares, também prometeu recorrer à entidade, além das esferas cível e criminal.

O cartola tricolor quer que o norte-americano esclareça a acusação de que cinco atletas do São Paulo participaram da manipulação de resultado, quando o Tricolor foi goleado por 5 a 0 pelo Palmeiras, no Allianz Parque, no dia 25 de outubro, pelo Brasileiro do ano passado.

“Isso não pode ficar assim. O São Paulo está tomando medidas práticas junto ao STJD, à esfera cível e criminal. Lamentável que instituições importantes do nosso futebol sejam atingidas por um ato impensado, irresponsável”, disse Casares, em pronunciamento na SPFC TV, canal do clube.

Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS