PF investiga ataque hacker em sistema de agendamentos de passaporte

HomeBrasil

PF investiga ataque hacker em sistema de agendamentos de passaporte

O serviço de agendamento de emissão de passaporte pela internet apresentou instabilidade, nesta terça-feira (17/4), em decorrência de um ataque hacker no sistema da Polícia Federal (PF). Um inquérito foi aberto para investigar o caso.

A corporação informou que o serviço está temporariamente indisponível e que os agendamentos realizados anteriormente serão atendidos na data e horário marcados.

“Para os usuários que não tiverem viagem programada para os próximos 30 dias, a Polícia Federal recomenda aguardar a normalização do serviço”, informou a PF por meio de nota.

A corporação completou que segue trabalhando para restabelecer o serviço.

Crise na emissão de passaportes

A Polícia Federal enviou um relatório ao Ministério da Justiça informando que o serviço de emissão de passaporte pode ser comprometido por causa de diversos cortes realizados no orçamento.

A previsão da PF, apresentada no documento, é de que a partir de setembro o serviço para emissão do documento seja interrompido.

“Estamos na iminência do cancelamento de contratos que abrangem a manutenção de terceirizados que fazem o serviço de imigração e emissão de passaportes. Outro serviço que definitivamente será afetado é o custeio das diárias e, com isso, é bem provável que operações importantes não sejam realizadas, assim como a atuação de servidores nas regiões mais vulneráveis do país”, apontou o presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Luciano Leiro.

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS