HomeSalvador

Salvador é destaque em fórum internacional de cidades verdes e resilientes

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Salvador participou nesta semana, em Belém (PA), do Fórum América Latina – Financiamento por Cidades Verdes e Resilientes, promovido pela UrbanShift. Por meio da Secretaria de Sustentabilidade, Resiliência, Bem-estar e Proteção Animal (Secis), a capital baiana realizou apresentações versando sobre diferentes temas.

Presente no evento, o titular da Secis, Ivan Euler, destaca que é fundamental Salvador estar inserida em um contexto de colaboração com outras cidades que buscam o desenvolvimento sustentável e a promoção da resiliência. “Essa experiência nos faz notar que Salvador se consolida como referência na área, ao mesmo tempo que possibilita que tenhamos acesso a novas ideias que podemos levar para nossa capital”, afirma.

Salvador Solar – Uma das apresentações foi sobre o Salvador Solar, programa de incentivo à energia fotovoltaica na primeira capital do Brasil, destacando a proposta de promover cursos de capacitação que qualifiquem profissionais para atuar no mercado de trabalho da energia solar, ao tempo em que a cidade estabelece iniciativas de estímulo ao uso da fonte energética, como lei de incentivo fiscal, descontos no valor do imposto por meio do IPTU Amarelo, que certificou 179 residências em 2023, mapeamento do potencial fotovoltaico e energia solar em prédios públicos.

Já na linha da criação dos empregos verdes, o estímulo ao mercado de energia fotovoltaica promove crescimento do mercado no setor solar. Por isso a Prefeitura criou cursos de capacitação para montador de sistemas fotovoltaicos e de Introdução a Projetos e Técnicas de Vendas em Sistemas Fotovoltaicos, com um percentual de empregabilidade médio de 89% entre todas as turmas.

Turismo sustentável – A capital baiana também apresentou o tema “Turismo Sustentável em Salvador, Bahia, Como as cidades podem apoiar seus setores de turismo local na adaptação ao aumento dos riscos climáticos?”. Na ocasião, a Prefeitura apresentou ações realizadas como o Plano de Desenvolvimento do Turismo Subaquático de Salvador, certificação de praias, as obras de requalificação da praia do Flamengo e construção do Viveiro de Restinga e o Carnaval Sustentável (certificação dos camarotes, pontos de hidratação, climatização por ventilação e distribuição de protetor solar).

Ainda, diversos cursos de capacitação promovidos foram citados, com foco na sustentabilidade e resiliência climática, no planejamento urbano, educação e conscientização da população e dos visitantes.

Economia circular – Por fim, a última apresentação de Salvador abordou o Programa Cidade Circular, desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secis. A iniciativa prevê a criação de incentivos e de marcos regulatórios que permitam que as soluções de economia circular se tornem norma em todos os setores econômicos de Salvador, gerando novas oportunidades de negócios e emprego.

“Salvador atua na sustentabilidade de maneira ampla e essas apresentações demonstram isso. Estamos falando de energia fotovoltaica, mas também de turismo sustentável e de economia circular. São muitas frentes de atuação e muito trabalho por uma Salvador cada vez mais sustentável e resiliente”, finaliza Euler.

Fórum – O Fórum América Latina – Financiamento por Cidades Verdes e Resilientes é promovido pela UrbanShift. Financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente, o UrbanShift traz como parceiros o C40 Cities, World Resources Instituto (WRI), Governos Locais pela Sustentabilidade (Iclei) e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma).

Texto: Ascom/Secis

COMMENTS